ANDRÉ MATOS, O MAESTRO DO ROCK.

Algo que só o amor explica. Amor pelo conhecimento, por estudar, pela carreira, família e fãs...

Surpreendentemente é essa a clara imagem que fica de um dos maiores (senão o maior) astro do rock nacional! Hoje vou me dar ao direito de escrever em primeira pessoa. A emoção é tão grande que fica difícil de escrever algo com relevância sem que eu coloque as minhas emoções de lado, impossível ser imparcial após assistir a primeira das 4 partes de um documentário fora do comum, como tudo, na vida do maestro André Matos foi. Com elementos de extrema relevância, o documentário mostra de forma sensível, nessa primeira parte, a construção de um artista cheio de qualidades que não deixou de lado a necessidade de estudar para apresentar, sempre, um trabalho genial para o seu público. A construção profissional, com atitudes firmes e com uma vida familiar cheia de amor, apresentada com depoimentos tão expressivos quanto a carreira desse ídolo(que nunca quis a fama, mas sim, propagar a arte para o maior número de pessoas possivel), passo a passo nos envolve numa egregora onde nos sentimos parte da trajetória de André Matos. O diretor Anderson Bellini conseguiu, com muita delicadeza e dinamismo, transportar como uma estrada de via dupla, André Matos para as nossas vidas e vice versa. Esse é o primeiro de 4 partes de um documentário que permite um olhar claro e fiel da trajetória do maestro do rock. E se você está preparando seus lenços para se debulhar em lágrimas de tristeza...não perca seu tempo. Nessa obra cinematográfica, você vai aprender, entender, se identificar. Você vai sentir muita gratidão e felicidade por conhecer quem era e a obra e vida de André Matos...o nosso maestro do rock. Sem contar a vontade de assistir a quatrologia completa. Fique com o zoi bem aberto para não perder esse documentário.

127 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo