Caroline Fioratti assina a direção-geral da série “Os Ausentes”, daHBO MAX

Primeira produção brasileira Max Originals, série tem estreia prevista para dia 22 de julho na plataforma de streaming



Caroline Fioratti assina a direção-geral da série “Os Ausentes”, da

HBO MAX

Primeira produção brasileira Max Originals, série tem estreia prevista para dia 22 de julho na plataforma de streaming


Diretora geral da primeira produção brasileira da plataforma de streaming HBO MAX, recentemente lançada no mercado, Caroline Fioratti celebra a oportunidade de mais uma vez se afirmar profissional multi linguagem e temática. “ao longo da minha carreira sempre procurei me associar a projetos que unam entretenimento com relevância social. Foi assim com os projetos juvenis que fiz, que procuravam ressignificar conceitos, com a série médica Unidade Básica, que jogava luz sobre o SUS e uma medicina humana, e agora com Os Ausentes, série policial que trata da angústia de famílias que tem pessoas desaparecidas e do esforço obsessivo de Raul e seu time em encontra-los. Foi um desafio imenso e maravilhoso mergulhar nesse universo que retrata São Paulo e seus submundos tão distintos que coexistem na cidade. Cada episódio explora um espaço diferente seus com personagens, um procedural que envolveu muita pesquisa e um número gigantesco de atores talentosos. Construímos uma série com uma atmosfera marcante e cheia de simbolismos visuais para reforçar temas como a infância perdida, a ausência de cada um da própria vida, entre outros... temas esses que vão de encontro aos conflitos pessoais dos nossos personagens principais”

Com teor policial, a série conta com dez episódios que acompanham a rotina de uma agência de investigação de pessoas desaparecidas. Protagonizada por Maria Flor e Erom Cordeiro, “Os Ausentes” é uma produção WarnerMedia Latin America e Panorâmica para a HBO Max, produzida por Mara Lobão e Rodrigo Montenegro, e com produção executiva de Vanessa Jardim. A série tem direção geral de Caroline Fioratti e direção de Raoni Rodrigues. O projeto foi criado por Maria Carmem Barbosa e Thiago Luciano, com roteiros de Thiago Luciano, Renê Belmonte e Bruno Passeri.

“O convite feito pela produtora e assinado em baixo pelo estúdio, para que eu fosse a diretora geral de uma série policial me deixou muito feliz, pois reforça a luta de nós, mulheres diretoras, por expandir os gêneros nos quais queremos trabalhar. Muitas vezes nos colocam em ?caixinhas? ou ?cotas? do que consideram ?audiovisual destinado para mulheres?. Eu sou uma consumidora assídua de séries de suspense, filmes de gênero, documentários criminais, então foi uma experiência maravilhosa dirigir essa série e ter ainda como parceiro o Raoni Rodrigues, importante parte dessa nossa dupla de direção”.

Também como diretora, Caroline Fioratti em breve lança o longa de comédia “Amarração do Amor”, que conta a história de dois jovens apaixonados que querem celebrar seu amor num casamento com ?a cara deles?, mas as diferenças religiosas entre as famílias dificultam tudo. “O desafio de fazer um filme sobre o amor, que falasse de tolerância e convivência religiosa, foi o que me motivou a participar do projeto. Estamos vendo o conservadorismo disseminar ódio contra religiões afro-brasileiras. Mas ao mesmo tempo, vivemos uma resistência potente contra o racismo”, reflete Caroline. “O longa-metragem, de forma leve, propõe se comunicar com um grupo grande de pessoas e, através de uma narrativa sobre fé e amor, mostrar que a convivência religiosa é necessária e só tem a somar, seja na formação de uma grande família - como no filme - seja na evolução da nossa sociedade. Nosso elenco é composto por atores com históricos muito diferentes e extremamente talentosos. É um filme para ver em família, para rir, se apaixonar e refletir.”

“Sou uma diretora e roteirista que valoriza muito o discurso que o filme ou série tem a passar. Seja nos meus projetos autorais ou como naqueles em que sou contratada, procuro colocar o meu olhar sensível para questões relevantes do momento. Percorro gêneros diferentes, da comédia ao drama, do juvenil ao policial, da série médica ao filme de esporte, amo mergulhar em universos distintos e me desafiar com linguagem e estéticas novas. O importante pra mim é sempre a mensagem que estamos passando para colaborar com a sociedade que aspiramos construir”.

Sobre CAROLINE FIORATTI

Caroline Fioratti é roteirista e diretora, formada em cinema pela FAAP, onde começou sua carreira, escrevendo e dirigindo curtas-metragens premiados. Iniciou no mercado como roteirista e logo começou a trabalhar também como diretora. Assinou a direção e roteiro do longa-metragem, Meus 15 Anos, produção da Paris Filmes, que foi uma das maiores bilheterias de 2017. Criou, roteirizou, dirigiu e coproduziu a minissérie infanto-juvenil A Grande Viagem (TV Brasil), indicada ao Internacional Emmy Awards – Kids 2018. Dirigiu as duas temporadas da série médica, Unidade Básica, para o Universal Channel, a segunda na qual assina a direção geral. Lança em 2021 três novas obras audiovisuais: o filme 4x100 – Correndo por um Sonho, no qual é uma das roteiristas, do longa-metragem de comédia sobre tolerância religiosa, Amarração do Amor, da Migdal Filmes que assina a direção; e a série policial investigativa, Os Ausentes, para a HBOMax, primeira série brasileira da plataforma, da qual é diretora geral. Atualmente finaliza seu terceiro longa-metragem - filme que marca seu retorno aos projetos autorais como roteirista, diretora e coprodutora; e dirige, com Bel Valiante, a série Temporada de Verão, para a Netflix.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo